Perdão X Indulgência – Você sabe a diferença?

Perdão X Indulgência – Você sabe a diferença?

Oi Povo Católico!  A correspondente da Globo para o Vaticano, Ilze Scamparini, sempre fala besteira quando o assunto é Igreja…  Depois de afirmar que o Papa não acreditava mais no dogma da Infalibilidade Papal , resolveu que agora os padres distribuem INDULGÊNCIAS no Sacramento da Confissão.  Aff… tudo errado.  Mas, e você?  Sabe a diferença entre confissão e indulgência?

ReconciliaçãoBom, primeiro precisamos entender o que acontece quando fazemos besteira… Cada vez que pecamos, sofremos duas consequências: uma é a perda da comunhão com Deus por conta das nossas culpas.  Da nossa vontade de pecar.  A outra, é um “arranhão” na alma que nos distancia de ser o “Homem Novo” – são as “Penas Temporais” do Pecado.

A primeira, se resolve com o Sacramento da Confissão, no qual somos perdoados por Deus e retomamos a comunhão com Ele, desde que nos arrependamos sinceramente e tenhamos o firme propósito de não mais pecar.  Esta é a REMISSÃO do pecado.

Já as “Penas Temporais”, exigem uma purificação que pode ser em vida, ou após a morte.  Em vida, precisamos ser firmes nas provações e vivê-las como grandes oportunidades de verdadeira conversão.  Após a morte, este estado de purificação é o famoso “purgatório”.   Esta é a REDENÇÃO do pecado.  E é aí que as graças da indulgência atuam!

Pra ficar um pouquinho mais claro, imagine que um filho (maior de 18 e com carteira) pegue o carro de seu pai sem pedir autorização.  Quando ele volta pra casa, se dá conta da besteira que fez, se arrepende verdadeiramente e pede desculpas.  Seu pai aceita e o PERDOA, porém… avisa que se ele quiser ser digno de confiança novamente, vai ter que merecer.  O rapaz então se oferece para lavar o carro durante dois meses como forma de se REDIMIR pela besteira que fez e demonstrar que mudou suas atitudes.  É isso… Deus lhe perdoa, mas você precisa correr atrás da santidade pelos seus próprios méritos!

A Igreja, através de Deus, tem o poder de aplicar a redenção parcial ou total das penas temporais do pecado.  São as não menos famosas: Indulgência Parcial e Indulgência Plenária. Em outras palavras, ela pode atenuar ou eliminar suas provações em vida e seu tempo de purgatório!!!  Ah, e tem mais… você pode gentilmente ceder esta graça para um fiel defunto (não vale para outras pessoas vivas).

Bem, agora que você já sabe tuuuudoooo sobre indulgência, percebeu que só dá pra se redimir de alguma coisa se antes tiver sido perdoado, não é?  Então não tem como receber indulgência sem estar devidamente confessado! Ok?

Papa com os Jovens

Pra terminar, você deve estar se perguntando: onde eu arrumo indulgências?  A Igreja lhe concede indulgências nas raríssimas ocasiões em que ela considera que o seu esforço (mérito) para viver a fé lhe REDIME dos pecados já PERDOADOS.  Quer um exemplo?  Quem foi a Madrid se acotovelar e ficar de pé no sol pra ver o Papa, e estava confessado, vai passar menos tempo no purgatório!

Por O Catequista.


capablog

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Portal criado para evangelização e informação com conteúdos de entretenimento, liturgia, notícias, oração e leitura. Somos independentes. Nosso trabalho é evangelizar independente da nossa localização. Aqui divulgamos a Igreja de maneira geral. Estamos a serviço da evangelização. Nosso objetivo é levar a mensagem Jesus Cristo através de artigos, notícias, formação, música e liturgia. Estamos a SERVIÇO DA EVANGELIZAÇÃO.

%d blogueiros gostam disto: