Doutrina da Igreja Católica

A doutrina católica consiste, pois, dos dogmas de modo geral, da condenação das heresias e da missão de ensinar e de santificar da Igreja, para a salvação das almas e para a maior glória de Deus.

Constituem elementos principais da doutrina católica : o Credo Niceno-Constantinoplano (325-381), o governo da Igreja, sua hierarquia, a instituição do papado, o colégio episcopal, seus tribunais, seus concílios, bem como os dogmas da Santissima-Trindade, os dogmas sobre o Cristo, os dogmas marianos, sobre o homem, o culto aos santos, os santíssimos sacramentos: do batismo, da penitência, da eucaristia, da crisma, da ordem, do matrimônio e da unção dos enfermos, que transmitem a graça divina necessária para a santificação dos homens e do mundo, e, mediante os quais, a Igreja realiza a sua missão.

As fontes documentais mais relevantes da doutrina católica são pois: o Catecismo, o Código de Direito Canônico, os documentos papais, os documentos das autoridades eclesiásticas; os documentos conciliares e todos os textos de santos da Igreja, bem como os textos de seus doutores devidamente aprovados.

Para sermos bons cristãos – perseverarmos na palavra de Deus – devemos conhecer sempre melhor a santa doutrina da Igreja, porque – ao conhecê-la – poderemos transmitir mais perfeitamente as verdades de Deus, evitando o erro, e, conseqüentemente, o mal e o pecado. Cristo disse: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai a não ser por mim” (João 14,6); os cristãos, ao seguirem Jesus, devem, portanto, viver da Verdade, viver do amor do Cristo e transmitir as verdades de Deus.

Escrito por Apostolado Veritatis Splendor

Anúncios