Arquivo da categoria: Pastorais

Pastoral Carcerária divulga nota sobre as condições das prisões no Brasil

A Pastoral Carcerária Nacional emitiu na quinta-feira, 19, nota sobre as condições das prisões no Brasil, dado os últimos acontecimentos envolvendo os massacres ocorridos nos complexos penitenciários de Manaus (AM), Roraima (RR) e Rio Grande do Norte (RN).

No texto, a Pastoral afirma que apesar do clamor nacional em torno dos últimos massacres ocorridos, o principal produto do sistema prisional sempre foi e continua sendo a morte, a indignidade e a violência.

“Diante do aparente colapso da estrutura prisional brasileira e da repercussão nacional e internacional dada ao caso, o Sistema de Justiça retomou às pressas os paliativos mutirões carcerários, e o Governo Federal desfiou um rosário de propostas absurdas, que vão do reforço à fracassada política de construção de novas unidades, até o descabido e perigoso uso das Forças Armadas no ambiente prisional”.

Para a Pastoral é preciso que na atual conjuntura, a população não caia na falácia das análises simplistas e das medidas que pretendem apenas aplainar o terreno até o próximo ciclo de massacres. “É preciso enfrentar os pilares do sistema e mais do que nunca, continuar a criar laços verdadeiros de solidariedade com o povo preso e seus familiares”, diz trecho da nota.

“(…) enquanto não se eliminar a exclusão e a desigualdade dentro da sociedade e entre os vários povos, será impossível desarraigar a violência.” (Papa Francisco, Evangelii Gaudium, 59)

LEIA A NOTA DA PASTORAL CARCERÁRIA NA INTEGRA -> AQUI

Pastoral Carcerária

Referências: A12.com- Foto/Art e Adaptação: Portal Terra de Santa Cruz-A serviço da Evangelização

CONHEÇA A PASTORAL CARCERÁRIA ACESSE

WWW.CARCERARIA.ORG.BR  

Anúncios

Pastoral da Criança: Dicas de como falar não para as crianças

mae dizendo nao

Diga um “sim” parcial

Concorde com alguma parte daquilo que ela deseja, como, por exemplo:
 “Sim, você pode sair, depois que seu quarto estiver em ordem”.

Explique a situação

Explique a situação para criança sem alterar o tom de voz. E sempre se abaixe para conversar com uma criança, olhando no olho dela.

Afastar-se na hora do “chilique”

Na hora do ‘‘chilique’‘ da criança, a melhor coisa é se afastar por alguns metros e não prestar atenção. Se mesmo assim não adiantar, pegue-a do chão, coloque nos braços e retire-se do local. Leve-a para casa e tenha uma atitude firme. Mas lembre, tudo isso com calma, amor e sem violência.

Medidas firmes

Quando a criança persiste no chilique, é hora de aplicar medidas firmes. Por exemplo: tire algo que ela goste de fazer ou que queria muito. E nunca volte atrás, pois assim demonstra insegurança e a criança vai se aproveitar desse descuido. Não esqueça, sempre sem violência.

Limites

Lembre-se de dar limites desde bebê. Isso inclui o não”, pois falar “não” também é educar.

O “não” representa amor!

Não se sinta mal, com medo e receio de falar “não”. O “não” representa amor! Ter regras, horários e limites faz com que a criança sinta carinho e atenção dos pais. Ela cresce mais segura e, com certeza, terá melhores condições de encarar a vida.

Utilize sempre o que pede o 4° Mandamento para a Paz na Família:

“Eduque seu filho através da conversa, do carinho e do apoio e tome cuidado: quem bater para ensinar está ensinando a bater”.

Fonte: www.pastoraldacrianca.org.br

Adaptação: Portal Terra de Santa Cruz 

Pastoral da Criança, para que todas as crianças tenham vida em abundância .

Conheça a Pastoral da Criança e seja um Voluntário!!

A Pastoral da Criança é reconhecida como uma das mais importantes organizações em todo o mundo a trabalhar em ações de combate à mortalidade infantil e melhoria da qualidade de vida das crianças e suas famílias. Organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Pastoral da Criança é uma instituição de base comunitária que tem seu trabalho baseado na solidariedade e na partilha do saber.

cats
Tem como objetivo promover o desenvolvimento integral das crianças pobres, da concepção aos seis anos de idade, em seu contexto familiar e comunitário, a partir de ações preventivas de saúde, nutrição, educação e cidadania, realizadas por mais de 228 mil voluntários capacitados. Também promove, em função das crianças, as famílias e as comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político.

Criada em 1983, a Pastoral da Criança – hoje presente em todo o Brasil e em mais 19 países – alicerça sua atuação na organização da comunidade e na capacitação de líderes voluntários que ali vivem e assumem a tarefa de orientar e acompanhar as famílias vizinhas para que elas se tornem protagonistas de sua própria transformação pessoal e social.

As ações desenvolvidas compõem um conjunto de práticas educativas simples, baratas e facilmente replicáveis, focalizadas na capacitação das famílias para os cuidados com a criança. O processo e o impacto desse trabalho pode ser mensurado pelos indicadores de saúde e de educação. Conheça mais sobre os indicadores clicando no Menu Sistema de Informação.

Sabe-se que a maior parte dos problemas de saúde podem ser solucionados na família e na comunidade desde que as pessoas aprendam a identificar as doenças e a procurar os recursos o mais cedo possível. Para tanto, a educação para a saúde é essencial, pois torna o indivíduo ator dos cuidados com a sua própria vida, consequentemente melhorando a saúde de sua família e de sua comunidade.

Ao longo de quase três décadas, a entidade ganhou importância e reconhecimento da sociedade. A Pastoral da Criança participa de várias instâncias de decisão sobre políticas públicas, e em vários níveis de governo, como os conselhos de saúde, direitos da criança e do adolescente, assistência social e segurança alimentar.

Um dos muitos diferenciais da organização é o permanente monitoramento das ações e resultados, através de um eficiente Sistema de Informação. Outro é a transparência nas demonstrações financeiras. A estrutura administrativa na Coordenação Nacional, em Curitiba, é a mais simples e ágil possível. Essas são ferramentas importantes para assegurar o apoio das fontes financiadoras e acompanhamento de milhares de crianças e gestantes a um custo muito baixo.

Você caro leitor que queira ser um líder da Pastoral da Criança, poderá procurar o escritório paroquial de sua Paróquia para maiores informações e se prepare para Missão pois a messe é grande e os operários são poucos e Deus capacita os escolhidos.

Abaixo fotos da Celebração da Vida realizada pela Pastoral da Criança da cidade de Campanha-MG, Comunidade São Francisco da Paróquia Santo Antônio.

P1010054 P1010079P1010070 P1010067 P1010064

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja mais fotos AQUI

Escrito por: Portal Terra de Santa Cruz 

Referência: Pastoral da Criança


7