Arquivo da categoria: Entrevistas

EXCLUSIVO: Entrevista com Dom Pedro Cunha Cruz – Bispo da Diocese da Campanha/MG

Portal Terra de Santa Cruz – A serviço da Evangelização

Dom Pedro Cunha Cruz nos concedeu no dia 08 de Julho (sexta-feira) uma entrevista exclusiva em seu gabinete na Mitra Diocesana da Campanha. Registramos aqui a primeira parte, onde os principais assuntos se destacam nos avanços que nossa Diocese tem alcançado no processo de evangelização do leigo, formação do clero e setores missionários. Ainda conversamos sobre a grande notícia da abertura do processo de beatificação de DOM OTHON MOTTA, para nossa diocese motivo de grande alegria e graça. O Pentecostes diocesano 2016 que reuniu mais de 15 mil pessoas e foi uma bênção para nossa Igreja diocesana . Os beatos Pe. Victor e Beata Nhá Chica, as peregrinações diocesanas, diaconato permanente em nossa Diocese da Campanha e finalizando essa primeira etapa com uma Mensagem especial a todos de nossa diocese para as festividades de nossa Padroeira Diocesana Nossa Senhora do Carmo. Confira na integra toda a entrevista !

entrevista

Diocese da Campanha – Evangelização Missionária 

Portal: Nossa igreja diocesana tem obtido grandes avanços em vários setores, fortalecida na fé, criando uma cultura missionária de verdadeiros discípulos comprometidos com a causa do Reino de Deus. Qual a importância dessa evangelização missionária para o crescimento do nosso povo enquanto diocese?

R: Dom Pedro… Como estamos no tempo do Ano da Misericórdia e também do Papa Francisco, acredito que, quando cheguei aqui, uma das primeiras perguntas que me fizeram foi exatamente qual era o meu propósito, meu objetivo de trabalho; sempre trabalhei na área de evangelização, dando formação tanto ao clero, unindo e formando o clero como também o povo santo de Deus. Então acho que o Espírito de Aparecida ainda está muito presente em cada um de nós, não só na nossa Diocese da Campanha, mas de toda Igreja de nosso continente latino-americano e esse processo de evangelização significa conscientizar os fiéis porque eles são protagonistas da missão evangelizadora na Igreja e no mundo para que eles assumam o seu batismo como discípulos-missionários autênticos de Cristo e sejam colaboradores dos Ministros Ordenados nesta obra salvífica que o Senhor incumbiu para todos nós.

Beata Nhá Chica

Portal:Celebramos recentemente a festa da Beata Nhá Chica em Baependi/MG com a peregrinação das Foranias de nossa Diocese, quais os pontos positivos o senhor tira deste dia importante em nossa Igreja ?

R: Dom Pedro… O Ano Santo Jubilar ele propõe a todos os fiéis e os Bispos na sua Igreja particular que realmente haja essa peregrinação em alguns lugares pontuados pelo Bispo. Então como nós temos 02 Beatos aqui na nossa Diocese foi uma experiência muito rica para mostrar que nós temos uma evolução espiritual, um crescimento espiritual… a nossa vida cristã e a nossa fé é um crescimento constante espiritual e de modo particular a nossa Beata Nhá Chica, que é uma  mulher de uma profunda espiritualidade, uma profunda devoção mariana. Maria, portanto, é a estrela da nova evangelização e a mãe da misericórdia. Então pra nós, foi motivo de graça, podermos ir à Igreja dela; pedimos que Ela interceda também pelo crescimento espiritual e pastoral de nossa Diocese.

Beato Pe.Victor

Portal:Qual a expectativa para as peregrinações das Foranias nas festividades do Beato Pe. Victor que acontecem no mês de setembro, tendo em vista que será o primeiro ano em que celebraremos Pe. Victor como BEATO da Igreja ?

R: Dom Pedro… Houve uma resposta positiva quando nós fomos a Beata Nhá Chica de todos os fiéis e também de todos os sacerdotes; as diversas Foranias tiveram uma grande participação, assim esperamos também para o dia 24 de setembro, um dia após a Festa do nosso querido Pe. Victor, que a gente possa também expressar essa continuidade durante esse Ano Jubilar no nosso crescimento espiritual e pastoral, e também pedir ao Pe. Victor, que soube muito bem pastorear o rebanho que Deus lhe confiou, que a gente possa realmente ser rebanho de Cristo; e realmente os sacerdotes possam se doar numa vida inspirada também nesse modelo de nosso querido Pe. Victor e pedimos também a Ele que é nosso Beato, primeiro ano que vamos celebrar sua Beatificação, pedimos que Ele continue a interceder por nosso clero e pela nossa gente dessa Diocese Campanhense.

 Servo de Deus Dom Othon Motta 

Portal: Dom Othon Motta, faleceu em 1985, um homem da caridade, terceiro bispo de nossa diocese, carioca, seu conterrâneo, uma grande personalidade de nossa Igreja Diocesana. Recentemente a Santa Sé aprovou a abertura do processo de beatificação, considerando Dom Othon Motta como “Servo de Deus”. Para o senhor enquanto bispo de nossa Diocese, como recebe essa notícia e qual os passos a serem dados neste processo?

R: Dom Pedro… Foi uma surpresa muito agradável para todos nós após termos celebrado a beatificação do Pe. Victor, e em menos de 01 ano temos a aceitação da Congregação da Causa dos Santos, da abertura do processo do Servo de Deus Dom Othon Motta, que foi esse Bispo muito zeloso, um pastor carinhoso, o homem da caridade, um homem cheio de Deus, o homem que conquistava pela sua simpatia, pelo seu sorriso, um homem assinalado pela graça de Deus. Então, para nós, realmente motivo de grande riqueza, termos esse terceiro Beato da nossa Diocese e se a Nossa Mãe também certamente será Beatificada, então geralmente Deus olha com carinho muito especial e concede graças abundantes à nossa Diocese com tantos santos assim, realmente nós nos sentimos até lisonjeados pela bondade excessiva de Deus em nosso favor. Na verdade para nós é espelhar nesses homens e mulheres que buscaram como nós, somos também assinalados pela graça do batismo, buscar a santidade de vida; que a gente também possa se espelhar e interceder por eles para vivermos bem a nossa fé batismal.

Diaconato Permanente e transitório.

Portal: No dia 10 de agosto a Igreja comemora o ‘dia do diácono’, na festa de São Lourenço, diácono e mártir. O diácono é uma vocação ministerial para o serviço, seu nome vem do termo ‘diaconia’ que significa serviço. Na última Assembleia Diocesana de Pastoral foi aprovada a implantação do Diaconato Permanente em nossa Diocese, como está sendo elaborado esta implantação, quais as diretrizes da Igreja para se formar um diácono permanente e qual a diferença dele para diácono transitório ?

R: Dom Pedro… Diácono transitório é aquele que fica, como o nome está dizendo, durante um período, experimentando, portanto, esse grau da ordem sacerdotal em vista da ordenação sacerdotal; e o Diácono Permanente, na verdade, como o nome está dizendo, permanece como diácono, ele só pode celebrar e viver esse grau da ordem sacerdotal como diácono. Podem ser homens casados e podem ser homens que não optaram pelo matrimônio, mas que querem ser permanentemente diácono. Então, nós estamos agora nos preparando através do Curso do CEDIPA, que vai ter reinício em agosto desse ano e aí nós temos 02 anos de formação teológica bem profunda, que servirá para os nossos agentes de pastoral, mas também para os nossos diáconos. Depois desses 02 anos de formação, teremos um 3º ano que será especificamente voltado para a formação desses diáconos permanentes. São homens, como o nome está dizendo, o diaconato, que vão servir a Palavra de Deus, vão servir e ajudar as Comunidades no serviço da caridade social, que é aquilo que não pode faltar em nossa Igreja, a caridade é aquilo que nos identifica. Então, portanto, ele foi resgatado, o Diaconato Permanente com o Concílio Vaticano II, existe um documento próprio do Papa Paulo VI mostrando o valor e a importância desse diaconato, e também ele vem assim na linha da colaboração e da conscientização de todos os leigos e leigas na Igreja e na sociedade a ajudar também nesse protagonismo e exercer portanto, o seu Ministério sempre em comunhão com o Bispo, com o Padre e à serviço de modo particular dos menos favorecidos de nossa sociedade.

Pentecostes Diocesano 2016 

Portal: No mês de junho deste ano, aconteceu o tradicional Pentecostes Diocesano, organizado pela Renovação Carismática Católica. Este evento reuniu pessoas de várias cidades, dioceses e estados. Este ano a estimativa chegou a mais de 15 mil pessoas presentes no evento. Qual a avaliação o senhor faz desta grandiosa festa de nossa igreja Diocesana e como foi celebrar pela primeira vez, a missa de encerramento do maior evento de nossa Diocese da Campanha?

R: Dom Pedro… Para nós foi exatamente uma experiência, um Pentecostes, propriamente dito. Sentimos aí a unidade na diversidade. Pessoas de diversas condições sociais, pessoas de diversas cidades, desses 49 municípios e 02 distritos de nosso território de quase 16 mil quilômetros quadrados, então foi uma experiência muito rica de diocesaniedade, onde o Bispo ali como Pastor da Igreja particular, ele vê propriamente a sua Igreja, sua Diocese ali reunida. E é um dia também que expressa a Unidade Diocesana; muitas pessoas foram ali para adorar, muitas pessoas foram ali para fazer uma autêntica experiência com a pessoa de Cristo Jesus e muitas pessoas também fora ali para receber uma formação, um momento importante de espiritualidade e formação, e renovar, portanto, a sua fé também, no ponto culminante desse momento celebrativo, que é a Santa Eucaristia. Então, portanto, é uma expressão de que toda Igreja, a nossa Diocese forma uma família particular e ali, portanto, nós vivemos um pouco dessa experiência de partilha e de unidade. E na verdade na Igreja, todos nós estamos unidos pelo mesmo processo, professamos uma só fé, um só batismo, um só Senhor, e estamos unidos também nesse desafio, nessa tarefa evangelizadora que Cristo portanto, nos deu, dando também aos seus apóstolos desde o dia em que Ele enviou o seu Espírito prometido aos apóstolos. E, portanto, ali também, é uma missa que eu vejo não somente da unidade, mas também do envio, onde o Bispo como Pastor, envia sobre o fluxo do Espírito Santo todos aqueles que viveram aquela experiência para que possam então testemunhar a sua fé e anunciar de maneira corajosa o Evangelho no mundo de hoje.

Festa da Padroeira da Diocese, Nossa Senhora do Carmo e Mensagem Final

Veja o Vídeo abaixo!

Entrevista/Texto/Gravação: Por Bruno Henrique / Gestor do Portal Terra de Santa Cruz

Transcrição/Apoio/Colaboração: Priscila Magalhães

Portal Terra de Santa Cruz – Boa Nova Web Rádio – A Serviço da Evangelização!

Anúncios