Servo de Deus Dom Othon Motta – 33º Aniversário de Morte – 04/01

Nesta quinta-feira celebramos o 33° aniversário de morte do Servo de Deus Dom Othon Motta, 3° bispo diocesano da Campanha.

Dom Othon Motta nasceu no Rio de Janeiro em 12 de maio de 1933. Realizou seus estudos nos seminários do Rio de Janeiro e São Paulo, concluindo a Teologia, em 1935.

Foi ordenado presbítero em 12 de janeiro de 1936, sendo imediatamente designado professor, no Seminário São José do Rio Comprido, da arquidiocese do Rio de Janeiro, onde também foi Diretor Espiritual. Foi criado cônego do cabido metropolitano do Rio de Janeiro.

Em 10 de março de 1953, foi eleito bispo titular de Uzita, sendo sagrado em 24 de maio de 1953 e nomeado bispo auxiliar de Juiz de Fora. Em 1955, foi nomeado bispo auxiliar da arquidiocese do Rio de Janeiro, cujo arcebispo era o cardeal Dom Jaime de Barros Câmara.

A 30 de maio de 1959 foi designado bispo coadjutor da Campanha, com direito à sucessão, o que ocorreu a 16 de maio de 1960, quando sucedeu a Dom Frei Inocêncio Engelke O.F.M.

Foi pastor zeloso, competente, modesto, afável e acessível a todos. Realizando as visitas pastorais, percorreu, por várias vezes, todo o território de seu bispado. Em 16 de janeiro de 1982, renunciou ao bispado da Campanha. Vitimado pela Doença de Parkinson, faleceu em 4 de janeiro de 1985, sendo sepultado na cripta da catedral de Santo Antônio, na Campanha.

Devido a sua fama de santidade e diante de vários relatos de graças alcançadas por sua intercessão, em 2016, a diocese da Campanha anunciou a abertura do processo de beatificação de Dom Othon Motta, com autorização do Vaticano, o que fez com que recebesse o título de Servo de Deus. Confira o anúncio aqui

Em setembro de 2016, a diocese da Campanha inaugurou o Memorial Dom Othon Motta, com pertences do bispo, aberto à visitação pública. MEMORIAL

14316788_858708140896895_244003230812593186_n

DSC01226.JPG

Em 5 de novembro de 2016, foi instalado o tribunal eclesiástico para a causa de beatificação de Dom Othon Motta. Seus restos mortais foram reconhecidos oficialmente (de forma canônica) e transferidos da cripta para o interior da catedral, em virtude do início de seu processo de beatificação. Matéria aqui

dsc02858

 

Rezemos a oração pela beatificação de Dom Othon Motta. Para que logo, seja elevado a honra dos Altares:

Ó Trindade Santa, fonte de toda santidade, nós vos louvamos pela vida de vosso servo, Dom Othon Motta, Pastor do vosso rebanho, que a todos mostrou a vossa ternura e misericórdia, dai-nos a graça de viver a caridade fraterna, dando especial atenção aos mais necessitados e frágeis. Concedei, também, que por sua intercessão alcancemos a graça especial de que tanto necessitamos (em silêncio apresentar a intenção), se for com o nosso bem e nossa salvação, e que um dia possamos vê-lo inscrito entre os vosso santos. Por Cristo, Nosso Senhor. Amém.

13631537_1218483708202495_3949587340535405285_n

“Um Santo não morre. No Céu, Dom Othon, que reza por sua saudosa Diocese, ora também por mim…”, escreveu por ocasião do centenário de nascimento de Dom Othon, o Bispo emérito de Taubaté Dom Antônio Afonso de Miranda SDN, que fora Aministrador Apostólico de 1977 – 1981.

SERVO DE DEUS DOM OTHON MOTTA ROGAI POR NÓS!

Portal Terra de Santa Cruz 

 

Anúncios

Uma consideração sobre “Servo de Deus Dom Othon Motta – 33º Aniversário de Morte – 04/01”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s