Decreto: Diocese da Campanha proíbe consumo de bebidas alcoólicas em eventos da Igreja

De acordo com nova diretriz da Igreja Católica aprovada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O documento número 100, intitulado ‘Comunidade de comunidades: uma nova paróquia’, prevê a extinção da venda e consumo de bebidas alcoólicas em festas de comunidade.

Assim a Diocese da Campanha na pessoa de seu pastor, Dom Pedro Cunha Cruz juntamente com o chanceler do bispado, Cônego Luzair Coelho de Abreu baixou o decreto Nº 433/2017 tornando total e absolutamente proibido o uso de quaisquer bebidas alcoólicas em eventos públicos oficiais de paróquias, movimentos, grupos ou pastorais da referida diocese.

Para Bispo Diocesano da Campanha se faz necessário respeitar o trabalho da Igreja na Pastoral da Sobriedade, que visa libertar do vício do álcool os que dele dependem e restaurar as famílias destruídas por este tremendo vício. Segundo o Decreto, considera-se a orientação feita por Dom Pedro em maio de 2016 para que evite a comercialização de bebidas alcoólicas em festas da igreja. O documento Nº100 da CNBB citado no início desta matéria, considera-se também a proibição de vendas de cigarros no Vaticano decretada pelo Santo Padre o Papa Francisco e entra em vigor a partir do ano de 2018.

Para tal considera-se o parecer favorável do Colégio dos Consultores da Diocese da Campanha. O Decreto entrou em vigor  nesta sexta-feira 08 de dezembro, 2017 quando o mesmo foi publicado.

VEJA ABAIXO O DECRETO postado no site oficial da Diocese da Campanha 

decreto-diocede-dezembro-2017.jpg

Texto: Bruno Henrique – Campanha/MG 

Portal Terra de Santa Cruz

Adicione o nosso perfil no facebook, fale conosco!

Curta nossa página no Facebook e conheça o nosso canal no YouTube 

Anúncios

3 comentários em “Decreto: Diocese da Campanha proíbe consumo de bebidas alcoólicas em eventos da Igreja”

  1. Que ótimo! Parabéns! Decisão extremamente sábia, urgente e corajosa do nosso bispo Dom Pedro, sucessor dos Apóstolos! Louvado seja Deus!

    Realmente, é muito triste e incoerente ver (como já aconteceu em Três Pontas) quermesses de Paróquia vendendo bebidas de dose (inclusive pinga) e tocando funk (dos pesados) no som da festa, e ainda com a presença do padre junto no local admirando tudo… Fieis deixando uma festa de Igreja “trêbados”, e certamente depois causando problemas em suas casas pela embriaguez, e dando contra-testemunho cristão.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s