Papa Francisco convida a rezar pelos idosos, em dezembro

Foi publicada, nesta segunda-feira (04/12), a mensagem de vídeo em que o Papa Francisco apresenta as intenções de oração, para o mês dezembro, ao Apostolado de Oração, Rede Mundial de Oração do Papa. Este mês, o Papa convida a rezar pelos idosos.

A idealização dos vídeos é da agência de comunicação “La Machi”, realizados em colaboração com o Centro Televisivo Vaticano.

“Um povo que não protege os avós e não os trata bem é um povo que não tem futuro! São os idosos que oferecem a sabedoria da vida”, afirma o Papa no vídeo.

“Eles foram encarregados de transmitir a experiência da vida, a história de uma família, de uma comunidade, de um povo.”

“Tenhamos presente os nossos idosos, para que, sustentados pelas famílias e instituições, colaborem com a sua sabedoria e experiência na educação das novas gerações”, conclui Francisco.

Segundo o Apostolado de Oração, os desafios para este mês de dezembro são: visitar familiares ou conhecidos idosos neste tempo de Natal e levar-lhes a alegria do nascimento de Jesus; promover na própria comunidade algum momento de partilha de histórias de vida da parte de alguns idosos, orientado para os mais jovens, estar atentos a situações de abandono ou fragilidade de pessoas idosas e ajudar a resolvê-las.

Por Radio Vaticano 

Portal Terra de Santa Cruz

Adicione o nosso perfil no facebook, fale conosco!

Curta nossa página no Facebook e conheça o nosso canal no YouTube 

Anúncios

Seminário em Roma debate “presença da mulher na Igreja e na sociedade”

Teve início na tarde desta segunda-feira (04/12) em Roma, a décima edição do Seminário “Wojtyla lectures”, no âmbito das iniciativas do Pontifício Instituto João Paulo II para as Ciências do matrimônio e da família. A edição deste ano é dedicada ao tema:

“A presença da mulher na Igreja e na sociedade”.

Organizado pela docente de Filosofia da Natureza da Pontifícia Universidade Urbaniana, Professora Lorella Congiunti, o seminário se realizará até esta quarta-feira (06/12) no auditório do Instituto, na Praça São João de Latrão, concluindo-se com uma conferência às 17h locais.

“Este encontro será ocasião para aprofundar uma visão da mulher que não se refira somente à mentalidade ocidental, mas saiba ouvir também diferentes experiências de vida. Gostaria de levar também minha experiência mais pessoal, de mulher que ensina numa Pontifícia Universidade e tem uma vida de família, como mulher e mãe de três filhos”, afirma a professora.

Para a docente, “é necessário considerar e estudar a realidade da mulher, do feminino, colocando-a em diálogo com a realidade do homem, do masculino”. “A separação destes dois mundos  é artificial. Efetivamente, os dois sexos vivem em sua complementaridade de papeis, de funções, de relações interpessoais”, ressalta.

Por Radio Vaticano 

Portal Terra de Santa Cruz

Adicione o nosso perfil no facebook, fale conosco!

Curta nossa página no Facebook e conheça o nosso canal no YouTube 

 

“Coleta Nacional para a Evangelização é a colheita dos frutos no Advento”

A Campanha para a Evangelização, idealizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está em harmonia com o tempo litúrgico do Advento, cujo início se dá no próximo domingo, dia 03. “Este tempo nos ajuda a aprofundar a nossa responsabilidade evangelizadora, que é tão necessária na Igreja, sendo que cada um de nós é responsável pelo anúncio do Evangelho de Jesus Cristo aos irmãos e irmãs”, afirma o bispo de Nazaré da Mata, no Pernambuco, dom Francisco de Assis Dantas de Lucena.

A finalidade da Campanha é conscientizar todos os cristãos de sua responsabilidade de evangelizar e angariar fundos para manter a obra evangelizadora da Igreja. Uma das ações concretas da Campanha é a Coleta Nacional para a Evangelização, que acontece no terceiro domingo do Advento, este ano dia 17 de dezembro, e é destinada ao Fundo para a Evangelização. A arrecadação visa promover a solidariedade entre os fiéis e atender regiões carentes. “É a abertura de um caminho para despertar a solidariedade de todos os católicos e pessoas de boa vontade no sustento  da missão da Igreja em nosso país”, enfatiza dom Francisco.

Desta vez, a Campanha está em sintonia com o Ano do Laicato e tem como tema “Cristãos leigos e leigas comprometidos com a Evangelização” e o lema “Sal da Terra e Luz do Mundo”. Com duração de três semanas, a iniciativa tem o seu ponto alto com a Coleta Nacional em todas as comunidades católicas do país. Dela são destinados recursos para a manutenção da sede da CNBB como também para projetos evangelizadores em todo o território nacional, onde 45% ficam na própria diocese; 20% vão para cada regional da CNBB; e 35% se destinam à CNBB Nacional.

Segundo dom Lucena, a coleta realizada em todas as paróquias e comunidades eclesiais é a colheita dos frutos amadurecidos no Advento a serem colocados em comum e a serviço da evangelização.  “A Igreja conta com a participação de todos para comunicar o bem que ela recebeu de Jesus.  Todos nós somos responsáveis pela evangelização, por isso, além da oração e da participação nas iniciativas pastorais da Igreja, somos convidados a oferecer também a nossa colaboração, representada por essa Coleta Nacional. A generosa oferta, que brota da fé e do amor a Deus, torna possível a obra evangelizadora da Igreja no Brasil”, salienta o bispo.

Advento e solidariedade

Para o arcebispo de Belo Horizonte, dom Walmor Oliveira de Azevedo, a preparação para o Natal, nascimento de Jesus Cristo é uma oportunidade singular de nova e adequada compreensão de vida. O prelado afirma que especialmente nestas quatro semanas que antecedem o natal, a Igreja cria oportunidades importantes para se cultivar, de maneira profunda, a Palavra de Deus e, assim, fomentar e sustentar os laços de fraternidade, capacitando cada um no exercício dos gestos de solidariedade.

“São incontáveis as possibilidades, pelo percurso deste caminho do Advento, preparatório para o Natal do Senhor”, salienta o bispo.

Pensando na verdadeira e real preparação para o Natal, o arcebispo convida todos a refletirem sobre o sentido de pertença à sociedade e faz um apelo para que enxerguem, sobretudo neste tempo, os mais pobres e sofredores, nos diversos cenários da sociedade. Aproveitando o protagonismo do Ano do Laicato, segundo o arcebispo, a Campanha para a Evangelização é uma das formas de contribuir para esse gesto de solidariedade.

Por Dom Francisco de Assis Dantas de Lucena – Bispo de Nazaré da Mata – Pernambuco

CNBB

Portal Terra de Santa Cruz

Adicione o nosso perfil no facebook, fale conosco!

Curta nossa página no Facebook e conheça o nosso canal no YouTube