Ordenação Diaconal:”Permanecei no meu amor para que a vossa alegria seja plena” (Jo 15,9-11)

A Diocese da Campanha/MG ganhou neste último sábado mais um Diácono eleito.

Ordenado na Matriz da Sagrada Família em Três Corações, Jean Steferson Pereira escolheu como lema a passagem bíblica que se encontra em Jo 15,9-11.“Permanecei no meu amor para que a vossa alegria seja plena” .

DSC08015.JPG

A Celebração foi presidida pelo Bispo Diocesano da Campanha, Dom Pedro Cunha Cruz com a presença do clero e diáconos diocesanos, o bispo Emérito Dom Diamantino Prata de Carvalho e todos seminaristas das casas de formação Teológica, Filosófica e Propedêutica.

Toda comunidade paroquial da Paróquia Sagrada Família de Três Corações a qual pertence o diácono eleito juntamente com as pastorais e movimentos e caravanas de outras cidades da região, marcaram presença neste dia especial.

Entendendo o Diaconato 

O Catecismo da Igreja Católica nos diz que, a principal função do diácono é “ajudar e servir” os bispos e padres. Por isso, o diácono não é um sacerdote. Na ordenação de um diácono “são-lhes impostas as mãos não para o sacerdócio, mas para o serviço”, conforme o número 1569 do Catecismo. DSC07985.JPGNestes casos, apenas o bispo impõe as mãos sobre o homem ordenado (como mostra a foto), num sinal de que o diácono está diretamente ligado a ele.

Resume o Catecismo, no 1570: “Cabe  aos diáconos, entre outros serviços, assistir o Bispo e os padres na celebração dos divinos mistérios, sobretudo a Eucaristia, distribuir a Comunhão, assistir ao Matrimônio e abençoá-lo, proclamar o Evangelho e pregar, presidir os funerais e consagrar-se aos diversos serviços de caridade.” Eles não celebram missa, pois, como dissemos, não são sacerdotes. Apenas ajudam na sua preparação e na liturgia. Também não podem dar todos os tipos de bênçãos.

O diácono tem suas vestes litúrgicas diferentes das dos padres e bispos. A estola é transversal, e não vertical. Também pode usar a dalmática, que é diferente da casula dos padres e bispos.

DSC08001.JPG   DSC08006.JPG

Sendo assim, existem dois tipos de diáconos: os transitórios e os permanentes.

Os transitórios são homens que se preparam para o sacerdócio. No meio do caminho e antes de receberem a ordenação sacerdotal, recebem a ordenação diaconal. Depois de um tempo atuando como “ministros ordenados”, recebem o segundo grau da ordem, o presbiterado. Como é o caso do Diácono Jean (foto acima) ordenado diácono e em breve presbítero.

Os permanentes são homens que não estão caminhando rumo ao sacerdócio. Geralmente são homens casados há um bom tempo (algumas dioceses exigem cerca de 10 anos de casamento), com ativa participação nas atividades da Igreja e vocação para as obras sociais e de caridade.

Os diáconos permanentes costumam estudar teologia, filosofia, pastoral e outras coisas durante cerca de quatro anos. É estimulado que esses homens tenham suas próprias profissões para que possam sustentar a si e às suas famílias. Porém, se a dedicação for integral à Igreja, podem receber algum tipo de ressarcimento financeiro. A esposa precisa autorizar formalmente que o homem seja diácono. E, uma vez ordenados, os diáconos não podem mais se casar. Se ficarem viúvos, têm a opção de permanecerem diáconos ou se candidatarem ao sacerdócio, mesmo que em idade já avançada.

Desde o Concílio Vaticano II, o diaconato foi restabelecido “como grau próprio e permanente da hierarquia” da Igreja Católica, como explica o Catecismo (no número 1571). Deste modo, os diáconos podem e devem se vestir com roupas de clérigo – batina ou clérgima -, especialmente quando estiverem atuando em suas funções específicas.

Bom caros amigos, entendemos aqui o que é ser diácono dentro da igreja nos dois modos de atuação. O diácono em questão no qual estamos falando é um diácono transitório que está a caminho do sacerdócio. Ao novo Diácono desejamos uma vida cheia de bênção e graças de Deus e que seu caminhar rumo ao sacerdócio seja  guiado pela Espírito Santo de Deus e a Virgem Maria Senhora do Carmo padroeira da Santa Sé Episcopal Campanhense.

Veja abaixo algumas imagens da Ordenação diaconal do amigo Jean .

 

VEJA O ÁLBUM COMPLETO EM NOSSO PERFIL NO FACEBOOK

Texto: Bruno Henrique Santos/ Gestor do Portal Terra de Santa Cruz

Referências: Catecismo da Igreja Católica Apostólica Romana. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s