Solenidade dos Fiéis Defuntos (FINADOS) – Deus é o conforto para nossa saudade

Deus é o conforto para nossa saudade. É para Ele que queremos suplicar indulgências em favor dos nossos entes que já faleceram

“Vinde a mim, vós todos que estais aflitos sob o fardo, e eu vos aliviarei. Tomai meu jugo sobre vós e recebei a minha doutrina, porque eu sou manso e humilde de coração e acharei repouso para as vossas almas” (Mateus 11,28-29).velas-finados

Primeira Leitura – Jó 19,1.23-27a – Leitura do Livro de Jó:

Jó tomou a palavra e disse: ”Gostaria que minhas palavras fossem escritas e gravadas numa inscrição com ponteiro de ferro e com chumbo, cravadas na rocha para sempre!

Eu sei que o meu redentor está vivo e que, por último, se levantará sobre o pó; e depois que tiverem destruído esta minha pele, na minha carne, verei a Deus. Eu mesmo o verei, meus olhos o contemplarão, e não os olhos de outros”.

Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial  (Sl 26) 

O Senhor é minha luz e salvação.

O Senhor é minha luz e salvação.

O Senhor é minha luz e salvação;/ de quem eu terei medo?/ O Senhor é a proteção da minha vida;/ perante quem eu tremerei?

Ao Senhor eu peço apenas uma coisa,/ e é só isto que eu desejo:/ habitar no santuário do Senhor/ por toda a minha vida;/ saborear a suavidade do Senhor/ e contemplá-lo no seu templo.

Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo,/ atendei por compaixão!/ É vossa face que eu procuro./ Não afasteis em vossa ira o vosso servo,/ sois vós o meu auxílio!

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver/ na terra dos viventes./ Espera no Senhor e tem coragem,/ espera no Senhor!

Segunda Leitura  Fl 3,20-21 –  Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses:

Irmãos: Nós somos cidadãos do céu. De lá aguardamos o nosso Salvador, o Senhor, Jesus Cristo. Ele transformará o nosso corpo humilhado e o tornará semelhante ao seu corpo glorioso, com o poder que tem de sujeitar a si todas as coisas.

– Palavra do Senhor.

Anúncio do Evangelho do Dia – Jo 6,37-40

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós!
— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.
— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus às multidões: “Todos os que o pai me confia virão a mim, e quando vierem, não os afastarei. Pois eu desci do céu não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E esta é a vontade daquele que me enviou: que eu não perca nenhum daqueles que ele me deu, mas os ressuscite no último dia. Pois esta é a vontade do meu Pai: que toda pessoa que vê o Filho e nele crê tenha a vida eterna. E eu o ressuscitarei no último dia”.

— Palavra da Salvação.


REFLETINDO A LITURGIA DE HOJE – Na comemoração de todos os fiéis defuntos, daqueles que já foram para a casa de Deus, nossa alma, muitas vezes, encontra-se desconsolada, triste, pesarosa e muito saudosa de tantas pessoas queridas, amadas que fizeram seu curso aqui na Terra junto conosco.

P1000641

Alguns viveram mais dias, outros menos; a verdade é que muitos se foram, outros irão e nós também iremos. Por isso vivemos, nesses dias, a comunhão de toda a Igreja. Ontem foi o dia da Igreja triunfante, a comemoração de todos os santos; hoje, celebramos a Igreja padecente e lembramos os fiéis falecidos que estão no purgatório. Nós, Igreja militante, em comunhão com essas outras dimensões da Igreja, caminhamos todos para o mesmo lugar.

O nosso lugar é junto de Deus, a nossa pátria definitiva é o Céu; por isso, caminhando aqui, purificando-nos no purgatório ou já participando plenamente da glória dos eleitos no Céu, é importante termos o coração em Deus, fazer d’Ele o referencial primeiro de toda a nossa vida.

É para Ele que queremos, hoje, oferecer nossas orações, súplicas e preces. É para Ele que queremos suplicar indulgências em favor dos nossos entes que já faleceram. Queremos recomendar a misericórdia divina à alma de cada fiel, de cada irmão e irmã ao coração misericordioso do Nosso Deus, para que livre as almas do purgatório, conceda a elas participarem da eternidade feliz no Céu e console o nosso coração da tristeza e do desânimo, pois, muitas vezes, ficamos com a alma desconsolada.

Que o próprio Deus seja consolo para nosso coração, conforto para nossa saudade e ânimo para nossa fé, a fim de que não percamos a esperança de que o lugar definitivo de todos nós é na pátria celeste para a qual Deus nos preparou.

Deus abençoe você!

Por Padre Roger Araújo – Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Adaptação, Liturgia e Foto: Portal Terra de Santa Cruz 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s