Fórum das Letras homenageia Graciliano Ramos.

Entrará em cartaz, na próxima semana, a exposição “A palavra foi feita para dizer”, que homenageia o escritor Graciliano Ramos. A mostra estará em cartaz na Casa dos Contos durante o Fórum das Letras de Ouro Preto, que será realizado entre os dias 4 e 8 de novembro, na cidade mineira, símbolo do barroco nacional. Dividida em dois temas, a exposição contará com vídeos, fotos, capas e manuscritos que contam a história e as memórias do autor de “Vidas Secas”, um dos clássicos da literatura nacional. A visitação é gratuita.

Graciliano Ramos também ocupará lugar de destaque na programação do evento. Na abertura, a ensaísta Elizabeth Ramos e o autor Ricardo Ramos, netos do alagoano, participarão do debate “Graciliano Ramos e a Liberdade de Expressão”, juntamente com Wander Melo Miranda e Audálio Dantas. A conversa, mediada pela escritora Guiomar de Grammont, acontecerá no Cine Vila Rica, um dos locais mais nobres da cidade. Este ano, o Fórum das Letras de Ouro Preto será norteado pelo tema “Diversidade Cultural e Liberdade de Expressão e terá também a presença de Laerte, Jorge Mautner e Jards Macalé, entre outros.
O evento conta com patrocínio do Ministério da Cultura, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, BNDES, Petrobras (patrocinador exclusivo do Fórum das Letrinhas) e Samarco. Governo Federal: pátria educadora.

Mais informações: www.forumdasletras.ufop.br.

Fórum das Letras de Ouro Preto
Data: 4 a 8 de novembro
Local: Ouro Preto (consultar a grade de programação)
Gratuito

Fonte: Cultura em Revista 

Adaptação: Portal Terra de Santa Cruz

Beatificação Padre Victor – Pastoral Litúrgica Diocesana disponibiliza material para celebrar, o Tríduo Preparatório da Beatificação!

Convidamos as paróquias de nossa diocese a celebrar, neste tempo de profunda alegria, o tríduo de preparação para a Beatificação do Venerável Servo de Deus Francisco de Paula Victor – presbítero.

Abaixo, segue o link com o roteiro de celebração para as celebrações, bem como nele as indicações dos cantos a partir do nosso Hinário Litúrgico Diocesano.

BAIXE O MATERIAL AQUI

Maiores Informações : Paróquia Nossa Senhora D’Ajuda – Três Pontas

Fonte: Pastoral Litúrgica – Diocese da Campanha-MG

Adaptação: Portal Terra de Santa Cruz

 

38ª Semana do Aleijadinho de 16 a 21 de Novembro/Cultura em Revista

Inscrições abertas para Colóquio Internacional  A construção da fantasia: arquitetura e pintura na ordenação do espaço sagrado tridentino, em Ouro Preto

O colóquio internacional A construção da fantasia: arquitetura e pintura na ordenação do espaço sagrado tridentino, promovido pelo grupo de pesquisa Perspectiva Pictorum, da UFMG, integrante da programação da 38ª Semana do Aleijadinho (Ouro Preto/MG) está com inscrições abertas para ouvintes.

O grupo Perspectiva Pictorum realiza o colóquio a cada dois anos e, em 2015, traz para Ouro Preto o estudo da pintura em perspectiva, também chamada de “falsa arquitetura”.

As inscrições para ouvintes podem ser realizadas pelo sitewww.fafich.ufmg.br/perspectiva com vagas limitadas. A programação do colóquio inclui a participação de pesquisadores especialistas em arte, história e arquitetura barroca, como Alfredo Morales (Universidad de Sevilla); Luiz Freire e Rodrigo Baeta (UFBA); Celio Macedo (Ufop); Marcos Tognon e Mônica Farias (Unicamp); Danielle Pereira (Unesp); Maria Cláudia Almeida Orlando Magnani (UFVJM); Adalgisa Arantes Campos, Adriana Carvalho, André Dangelo, Aziz José de Oliveira Pedrosa, Celina Borges, Leandro Gonçalves Rezende, Magno Mello, Mônica Lage, Renata Nogueira Gomes de Morais e Walmira Costa (UFMG); Fumikazu Saito, Regiane Caire Silva e Carla Bromberg (PUC-SP); Martina Egger (Innsbruch – Áustria); Fauzia Farneti, Maria Teresa Bartoli e Silvio Van Riel (Università degli Studi di Firenze); Javier Navarro de Zuvillaga (Universidad Complutense de Madrid); Alex Bohrer (IFMG); Janaína Ayres (UFRJ); Danilo Matoso Macedo (FAU – UnB); Regiane Caires Silva e Marília Martha França Sousa (UMFA).

38 ª Semana do Aleijadinho

Em 2015, a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição e o Museu Aleijadinho realizam a 38ª Semana do Aleijadinho – “Escultura, arquitetura e pintura nos caminhos das Minas: aparência e realidade”. O evento acontece entre os dias 16 e 21 de novembro. Desde sua primeira edição, em 1968, presta homenagem ao aniversário de morte do mestre e patrono das artes no Brasil Antônio Francisco Lisboa. A programação é composta por oficinas, exposições, lançamento de livro, concertos e debates, além do Colóquio Internacional sobre História da Arte.

A 38ª Semana do Aleijadinho conta com o apoio da Fundação de Arte de Ouro Preto (FAOP), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Programa de Pós-Graduação em História (UFMG), Sistema SESI/FIEMG, IPHAN, Converso Comunicação, Assembléia Legislativa de Minas (ALMG), Orquestra Ouro Preto, Prefeitura de Ouro Preto, Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio de Ouro Preto, Casa do Folclore de Ouro Preto, Ambienta, Anamar Transporte e Construções, Hotel Luxor, Hotel Minas Gerais, Pousada Arcádia Mineira, Anavladia – Fundição Artística, Coopeouro, CAPTACULT Captação e Projetos.

Programação

Colóquio Internacional “A arquitetura do engano: redes de difusão e o desafio da representação perspectiva no universo pictórico barroco”

18 DE NOVEMBRO – QUARTA-FEIRA

9h – Abertura

Presenças: Profª. Júlia Mitraud (Presidente da FAOP – Fundação de Arte de Ouro Preto); Cônego Luiz Carlos Cesar Ferreira Carneiro (Presidente do Museu Aleijadinho); Prof. Dr. Magno Mello (Grupo de Pesquisa Perspectiva Pictorum/UFMG); Prof. Dr. Fernando de Barros Filgueiras (diretor da FAFICH/UFMG)
Na Fundação de Arte de Ouro Preto – Faop (rua Alvarenga, 794 – Cabeças)

Núcleo temático: Arquitetura e falsa arquitetura: espaço como invenção
Presidência da mesa: Prof. Dr. Fumikazu Saito (Cesima – PUC-SP)

9h30 – Arquitecturas aéreas: campanarios, espadañas y miradores en la arquitectura sevillana de los siglos XVII y XVIII – Alfredo Morales (Universidad de Sevilla)

10h – Arquitetura artificial no teto da nave da Matriz de Nossa Senhora da Divina Pastora em Sergipe – Luiz Freire (UFBA) / Magno Mello (UFMG)

10h30 – Coffee-break

11h – Joaquim Gonçalves da Rocha e a pintura ilusionista em igrejas de Sabará, Caeté e Santa Luzia (MG) – Celio Macedo (Ufop)

11h30 – Debate

12h – Intervalo para almoço

Núcleo temático: Procedimentos práticos e artísticos: uma conexão entre tempo e espaço
Presidência da mesa: Prof.ª Drª. Adalgisa Arantes Campos (UFMG)

14h – Entre o Barroco e o Neoclássico: Hibridismo nos tetos de falsa arquitetura de Salvador (BA) – Mônica Farias (Unicamp)

14h30 – Os forros pintados em Mogi das Cruzes (SP): Séculos XVIII e XIX – Danielle Pereira (Unesp)

15h – José Soares de Araújo: De Braga ao Tijuco. Reflexões sobre uma pintura perdida – Maria Cláudia Almeida Orlando Magnani (UFVJM)

15h30 – Coffee-break

Núcleo temático: A coerência: pintura, restauro e conservação
Presidência da mesa: Prof. Dr. André Dangelo (UFMG)

16h – Igreja N. S. da Vitória de São Luís (MA): Considerações sobre as intervenções ocorridas no século XVIII até XX – Regiane Caire Silva (UFMA) / Marília Martha França Sousa (UFMA)

16h30 – Problemi di restauro e conservazione degli aparatti decorativi a finte architettura in Palazzo Niccolini – Silvio Van Riel (Università degli Studi di Firenze)

17h – Arquitetura e detalhes artísticos do solar da Glória – Entre a tradição e a modernização do Arraial do Tejuco (MG) – Celina Borges (UFMG)

17h30 – Debate

19 DE NOVEMBRO – QUINTA-FEIRA

Na Fundação de Arte de Ouro Preto – Faop (rua Alvarenga, 794 – Cabeças)
Núcleo temático: Perspectiva e quadratura: jogo de ilusões
Presidência da Mesa: Prof. Dr. Marcos Tognon (Unicamp)

9h – Il quadraturismo a Pontremoli: committenti e artisti – Fauzia Farneti (Università degli Studi di Firenze)

9h30 – Dos frescos dedicados a San Antônio em las capulas de dos iglesias madrileñas (siglos XVII e XVIII) – Javier Navarro de Zuvillaga (Universidad Complutense de Madrid)

10h – Coffee-break

10h30 – Perspectiva linear e medida em Del modo di misurare de Cosimo Bartoli – Fumikazu Saito (Cesima/PUC-SP)

11h – Lo sfondato prospettico dell’atrio di Palazzo Martelli e la tenda di Parrasio – Maria Teresa Bartoli (Università degli Studi di Firenze)

11h30 – Debate

12h – Intervalo para almoço

Núcleo temático: Máquinas de altar e ilusão pictórica
Presidência da mesa: Profª. Drª. Celina Borges (UFMG)

14h – As capelas de Vila Rica: Produção artística e oficinas no 1º quartel do século XVIII em Minas Gerais – Alex Bohrer (IFMG)

14h30 – A oficina do entalhador José Coelho de Noronha: artista, artífices e sua influência na talha mineira setecentista – Aziz José de Oliveira Pedrosa (UFMG)

15h – Coffee-break

Núcleo temático: Iconografia e literatura: questões de métodos
Presidência da mesa: Prof. Dr. Alfredo Morales (Universidad de Sevilla)

15h30 – O repertório iconográfico da capela de São José dos Homens Pardos ou bem casados de Ouro Preto: arte, fé, história – Leandro Gonçalves Resznde (UFMG)

16h – Livros de Ouro: técnicas, materiais e artífices – Walmira Costa (UFMG)

16h30 – Arquitetura e arte numa livraria em Vila Rica: O Divertimento Erudito de João Pacheco – Danilo Matoso Macedo (FAU – UnB)

17h – Debate

Na Igreja de São Francisco de Assis (Largo do Coimbra, s/nº – Centro)
Núcleo temático: Mecenas – Pintores e Arquitetos: arte e sociedade
Presidência da mesa: Prof. Dr. Magno Mello (UFMG)

19h – Mecenato de leigos na sacristia de São Francisco de Ouro Preto – Adalgisa Arantes Campos (UFMG)

19h30 – O Aleijadinho arquiteto revelado na análise do projeto de São Francisco de Assis de Ouro Preto – André Dangelo (UFMG)

20 DE NOVEMBRO – SEXTA-FEIRA

Na Fundação de Arte de Ouro Preto – Faop (rua Alvarenga, 794 – Cabeças)
Núcleo temático: Arquitetura e Espaço Cenográfico
Presidência da mesa: Prof. Dr. Luz Freire (UFBA)

14h – Arquitetura e cidade na América Hispânica: a configuração do cenário barroco da Cuzco Colonial – Rodrigo Baeta (UFBA)

14h30 – Arquitetura de Matriz Pombalina no Brasil: História, Técnica e Restauro – Marcos Tognon (Unicamp)

15h – Entre traças, dibujos e riscos: José Pereira Arouca no ofício de arquiteto – Mônica Lage (UFMG)

15h30 – Coffee-break

Núcleo temático: Teoria Arquitetônica e Tratadística Pictórica
Presidência da mesa: Prof. Dr. Rodrigo Baeta (UFBA)

16h – Falsa arquitetura e música: sobre os conceitos matemáticos e as mudanças na percepções visuais e auditivas – Carla Bromberg (PUC-SP)

16h30 – O tratadista Vicenzio Carducci: Um florentino na corte espanhola no Século XVII – Adriana Carvalho (UFMG)

17h – Filipe Nunes: Um estudioso da pespectiva no seicentos português – Renata Nogueira Gomes de Morais (UFMG)

18h – Intervalo

21 DE NOVEMBRO – SÁBADO

9h30 – Visita técnica dos convidados do Colóquio Internacional à Basília de Nossa Senhora do Pilar e ao Museu de Arte Sacra do Pilar
Com Carlos José Aparecido de Oliveira e Adalgisa Arantes Campos (UFMG)

Fonte: Cultura em Revista

Quer saber mais acesse: www.culturaemrevista.com.br

Adaptação e Apoio: Portal Terra de Santa Cruz

O amor de Cristo é fiel e não nos abandona.

Podemos desistir, afastar-nos de Deus, podemos ceder às diversas inquietações do mundo, mas, mesmo que estejamos passando pela sombra da morte ou pela aridez deste mundo, o Seu amor não nos abandona

“Quem nos separará do amor de Cristo? Tribulação? Angústia? Perseguição? Fome? Nudez? Perigo? Espada?”(Romanos 8, 35).

Enfrentamos, no dia a dia da nossa vida, tantas situações contraditórias, difíceis e complicadas. Enfrentamos as perseguições próprias da vida, os sofrimentos que nos atormentam, a tribulação que bate à nossa porta; enfrentamos os perigos, a falta de segurança, a crise econômica, financeira e a crise de valores. Podemos nos perguntar: “O que, neste  mundo, com todas as dificuldades e tribulações, poderá nos afastar ou nos separar do amor que Deus tem por nós?”.

Se colocarmos no Senhor a nossa confiança e n’Ele depositarmos nossa vida e esperança, nenhuma dessas realidades vão nos separar do Seu amor! Pelo contrário, enfrentaremos as tribulações, superaremos as angústias, passaremos por cima das perseguições, sobreviveremos à nudez, ao perigo, às espadas e dificuldades dessa vida.

Não podemos nos entregar nem desanimar com aquilo que vem para nos derrubar. Se Deus é por nós, se Cristo é por nós, se o Espírito Santo é por nós, se o Reino de Deus está ao nosso lado, o que vai nos separar do amor de Deus? Somente a nossa vontade própria, a nossa falta de perseverança.

Deus jamais vai desistir de nós, da nossa casa, da nossa família, dos nossos. Podemos desistir, afastarmo-nos d’Ele, podemos ceder às diversas inquietações do mundo, mas mesmo que estejamos passando pela sombra da morte ou pela aridez deste mundo, o Seu amor não nos abandona. Deus não nos obriga, mas Seu amor nos persegue. Deus não nos força e Seu amor jamais há de nos abandonar.

Não vivamos pelo medo, pelas dúvidas e inquietação, nem nos entreguemos às tribulações. Passaremos por todas elas e em todas o Senhor estará conosco!

Há momentos que sentimos Deus tão perto de nós, há momentos que não sabemos nem se Deus existe, mas a convicção da fé nos dá a certeza de que em nenhum momento o Senhor nos abandona e Ele está ao nosso lado seja qual for a situação na qual passamos.

Que o nosso coração esteja colado n’Ele, preso a Ele, porque nada neste mundo há de nos separar do amor que o Senhor tem por nós!

Deus abençoe você!


Por Padre Roger Araújo, Sacerdote da Comunidade Canção Nova.

Adaptação: Portal Terra de Santa Cruz