Jubileu da Misericórdia| Calendário oficial do Ano da Misericórdia é publicado .

O calendário dos principais eventos do Jubileu da Misericórdia foi publicado esta quinta-feira (30/07).

No site dedicado ao evento, disponível também em português, é possível consultar todas as datas, começando com o dia 8 de dezembro de 2015, Solenidade da Imaculada Conceição, e abertura da Porta Santa da Basílica de São Pedro.

RV6160_ArticoloA Abertura da Porta Santa da Basílica de São João em Latrão e nas Catedrais do Mundo será feita alguns dias depois, em 13 de dezembro.

Já a abertura da Porta Santa da Basílica de Santa Maria Maior, será feita no primeiro dia do ano de 2016, único evento previsto para o mês de janeiro.

Em fevereiro, destaque para o Jubileu da Vida Consagrada e encerramento do Ano da Vida Consagrada, e o Jubileu da Cúria Romana.

No mês de abril, o Papa convocou o Jubileu dos adolescentes, de 13 a 16 anos, no Domingo de Páscoa.

Em junho, será a vez de os Doentes e as Pessoas com deficiência celebrarem o seu Jubileu. Os jovens o viverão em Cracóvia, na Polônia, na Jornada Mundial da Juventude, em julho.

Setembro será o mês dos catequistas. Outubro, o Jubileu Mariano. A novidade, em novembro, é oJubileu dos Presos, na Praça S. São Pedro, no dia 6.

No dia 13, haverá o Encerramento da Porta Santa nas Basílicas de Roma e nas Dioceses. E no dia 20, Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, o Encerramento da Porta Santa em São Pedro e conclusão do Jubileu da Misericórdia.


Por Rádio Vaticana

Adaptação: Portal Terra de Santa Cruz

Anúncios

Pesquisadores brasileiros apresentaram ao mundo nesta semana a reprodução do rosto que seria da Santa Maria Madalena.

Maria Madalena teria sido a primeira pessoa a ver Jesus Cristo ressuscitado, de acordo com a Bíblia.

O trabalho de reconstituição da face da santa envolveu o especialista em odontologia legal Paulo Eduardo Miamoto Dias, de Santos.

Ele e o designer gráfico Cicero Moraes, de Mato Grosso, foram contatados pelo especialista em santos católicos José Luís Lira, que teve a ideia de reproduzir o rosto de Madalena a partir do suposto crânio dela, conservado na Basílica de Sainte-Marie-Madeleine, em Saint-Maximin-la-Sainte-Baume, uma cidade no Sul da França.

11-890x395_c

No fim do ano passado, os pesquisadores conversaram com o padre da basílica francesa, que, à princípio, se mostrou reticente com a iniciativa. “Ele disse que não interessava aos fiéis saber como era o rosto de Maria Madalena”, conta Miamoto. “Nós insistimos e, quando falamos que já havíamos trabalhado em parceria com a Igreja Católica no caso do Santo Antônio e que não seria necessário remover o crânio do relicário, ele topou”.

Maria Madalena

Moraes e Miamoto fizeram a reconstituição da face de Santo Antônio, cuja réplica ficou em exposição na Basília Santo Antônio do Embaré, em Santos. Eles utilizaram estudos sobre as características físicas do santo para criar uma imagem tridimensional no computador.

No caso de Maria Madalena, o especialista em odontologia legal teve apenas sete fotos à disposição, apesar de ter pedido 40 ao pároco. “Só pude fazer uma análise indireta, em cima de fotos, que não mostram o crânio em sua totalidade. Mas, mesmo assim, do que pude extrair de informações, concluí que é compatível com o de uma mulher adulta e branca”, afirma Miamoto.
De acordo com o especialista, os crânios fornecem muitas informações sobre as características da pessoa, o que possibilita, por meio de engenharia reversa, reconstituir músculos e tecidos. “O tamanho do nariz, a posição dos olhos e a largura da boca são derivados da anatomia”, exemplifica. Todas as informações extraídas da ossada foram aplicadas em um programa gratuito de computador.

Foi assim, em um trabalho que durou cerca de cinco meses, que os pesquisadores reconstituíram o rosto de Madalena, apresentado ao mundo no último domingo. “Temos reconstruções de pessoas vivas e observamos que algumas partes ficam bem próximas. Nós temos bastante confiança [no resultado], não é 100% igual, mas com certeza é reconhecível”, defende Miamoto, salientando que aprendeu muito com o trabalho. “Estou acostumado a olhar o crânio sobre aspectos biológicos. Durante o trabalho, tive a chance de aprender muito sobre o personagem histórico”.
Maria Madalena aparece nos textos bíblicos como discípula de Jesus Cristo e, por conta de diferentes interpretações, chegou a ser vista como prostituta e adúltera. Ela foi beatificada pelas Igrejas Católica, Ortodoxa e Anglicana, sendo festejada no dia 22 de julho.

Outros trabalhos
Miamoto irá participar da reconstrução das faces de outros santos católicos em breve. Ele e Cicero Moraes viajarão até Lima, no Peru, entre 1º e 8 de agosto, para ter acesso a três crânios no relicário do Convento de Santo Domingo. Eles pertencem supostamente a Santa Rosa de Lima, São João de Macías e São Martinho de Porres.

“Teremos impressão 3D dessas faces e vamos fazer um evento para trazer para a população da Baixada Santista, porque há Paróquia de Santa Rosa de Lima em Guarujá”, adianta o pesquisador.
A Equipe Brasileira de Antropologia Forense e Odontologia Legal (Ebrafol), da qual Miamoto é coordenador, não trabalha apenas com personagens da Igreja Católica e usa a tecnologia de digitalização em 3D para planejamento cirúrgico e medicina veterinária.

Na semana passada, um jabuti foi salvo ao receber uma prótese de casco produzida em uma impressora 3D da Ebrafol.Essas técnicas podem ser aplicadas também em investigações policiais, para reconhecimento de ossadas e divulgação de retratos falados.

Por: A Tribuna com NSA cuida de Mim

Adaptação: Portal Terra de Santa Cruz.


Capa goofle+

Acabou o recreio da missa: Papa Francisco proíbe canto da paz e outras baguncinhas…

Dominus Vobiscum

abraço da paz Eita que essa baguncinha do recreio está com os dias contados!

Papa Francisco manda um recado aos que achavam que ele iria “inovar” e “modernizar” a Igreja: Aqui não é, não foi, e jamais será uma democracia. Aqui a voz do povo não é a voz de Deus. Tudo bem que ele não disse isso com estas palavras que eu usei, mas disse com um grande gesto concreto: Através da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos chega para todos os católicos um novo documento: O SIGNIFICADO RITUAL DO DOM DA PAZ NA MISSA.

Neste documento, a Igreja deseja ensinar o correto significado do dom da paz na missa e a forma correta de o fazê-lo. Resumidamente a Igreja através desta carta, quer alertar os católicos de que momento da paz não é a hora do recreio na missa, onde é permitida a baguncinha, onde todo mundo pode romper…

Ver o post original 527 mais palavras

Santo do Dia |Santo Inácio de Loyola, reconhecido tendo a alma maior que o mundo.

Testemunhava sua paixão convertida, pois sua ambição única tornou-se a aventura do salvar almas e o seu amor a Jesus

Santo InacioNeste dia celebramos a memória deste santo que, em sua bula de canonização, foi reconhecido como tendo “uma alma maior que o mundo”.

Inácio nasceu em Loyola na Espanha, no ano de 1491, e pertenceu a uma nobre e numerosa família religiosa (era o mais novo de doze irmãos), ao ponto de receber com 14 anos a tonsura, mas preferiu a carreira militar e assim como jovem valente entregou-se às ambições e às aventuras das armas e dos amores. Aconteceu que, durante a defesa do castelo de Pamplona, Inácio quebrou uma perna, precisando assim ficar paralisado por um tempo; desse mal Deus tirou o bem da sua conversão, já que depois de ler a vida de Jesus e alguns livros da vida dos santos concluiu:“São Francisco fez isso, pois eu tenho de fazer o mesmo. São Domingos isso, pois eu tenho também de o fazer”.

Realmente ele fez, como os santos o fizeram, e levou muitos a fazerem “tudo para a maior glória de Deus”, pois pendurou sua espada aos pés da imagem de Nossa Senhora de Montserrat, entregou-se à vida eremítica, na qual viveu seus “famosos” exercícios espirituais, e logo depois de estudar Filosofia e Teologia lançou os fundamentos da Companhia de Jesus.

A instituição de Inácio iniciada em 1534 era algo novo e original, além de providencial para os tempos da Contra-Reforma. Ele mesmo esclarece: “O fim desta Companhia não é somente ocupar-se com a graça divina, da salvação e perfeição da alma própria, mas, com a mesma graça, esforçar-se intensamente por ajudar a salvação e perfeição da alma do próximo”.

Com Deus, Santo Inácio de Loyola conseguiu testemunhar sua paixão convertida, pois sua ambição única tornou-se a aventura do salvar almas e o seu amor a Jesus. Foi para o céu com 65 anos e lá intercede para que nós façamos o mesmo agora “com todo o coração, com toda a alma, com toda a vontade”, repetia.

Santo Inácio de Loyola, rogai por nós!

Fonte: CN


Capa goofle+